Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Montes Claros

Entrar

Energia fotovoltaica mais acessivel para investidores

Banner

Energia fotovoltaica mais acessível para investidores

Marco Legal da Geração Distribuída aprovado na Câmara dos Deputados

Após intensa mobilização de organizações do segmento de energia solar e do apoio de entidades como a Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros, o Projeto de Lei n.º 5829/2019 foi aprovado na Câmara dos Deputados, nessa quarta-feira, 18 de agosto. O texto tem como objetivo criar o Marco Legal da GD (geração distribuída) no Brasil, atribuindo à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) a responsabilidade de considerar atributos técnicos, ambientais e sociais para a micro e minigeração distribuída no cálculo de compensação da energia.
A ideia é oferecer mais segurança jurídica e regulatória para o crescimento sustentável do setor elétrico brasileiro, considerando com racionalidade a cobrança de encargos e tarifas de uso dos sistemas de transmissão e de distribuição. 
O Estado de Minas Gerais tem interesse especial na pauta porque possui mais de 1 Giga Watt de potência instalada na modalidade fotovoltaica. O estado é o que mais investe em geração distribuída (GD) de energia elétrica no Brasil, e concentra um quinto da potência instalada nacional. Na GD, os consumidores instalam suas próprias usinas de microgeração e minigeração para gerar energia a partir das fontes solar.
A distribuição da radiação solar global diária média anual favorece o estado. Pode-se observar que a radiação varia entre 4,5 e 6,5 kWh/m²/dia. Os valores máximos ocorrem na região Norte de Minas, favorecendo a instalação de usinas fotovoltaicas. A fonte solar na Geração Distribuída é, de longe, a mais utilizada no estado e no Brasil, em 96% dos sistemas, seguida pelo aproveitamento do potencial hídrico (2%) e pelas usinas a biomassa ou biogás (2%). A GD Solar também desempenha um importante papel de inclusão social no sertão mineiro, com projetos sociais de arrendamento de telhados, qualificação profissional e desenvolvimento regional exemplo disso é o trabalho desenvolvido localmente pela Associação Brasileira de Geração Distribuída – ABGD, sob a coordenação do diretor regional da entidade, Walter Abreu.
A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros, ACI – abraçou a causa desta cadeia produtiva, como de suma importância para o crescimento regional. A entidade ajudou a mobilizar deputados para votarem o projeto de lei que, enfim, depois de 12 tentativas de votação, passou pela Câmara. 
“O projeto será um marco regulatório para a geração distribuída no Brasil com um impacto muito grande no desenvolvimento do setor no Norte de Minas.  O Projeto traz segurança jurídica para os investidores, o que irá repercutir muito positivamente na atração de investimentos.  Agradecemos o apoio das lideranças regionais que defenderam o projeto e nossos deputados federais e estaduais que foram incansáveis na luta pela aprovação”, pontua Leonardo Vasconcelos, presidente da ACI.
O documento foi discutido em turno único e teve a maioria absoluta dos votos., sendo 476 a favor, três contrários e outras três abstenções. A expectativa é que o documento seja aprovado pelos senadores e receba sanção presidencial ainda em 2021.

FALE COM A GENTE

Rua Carlos Gomes, 110, Centro, Montes Claros, Minas Gerais
Segunda a sexta, 09:00-17:00
(38) 2101-3300
(38) 99737-0151

Siga-nos